A Mudança de Marketing de Produto para Marketing de Serviço na Indústria Automóvel

Ao longo de anos as empresas de automóveis têm focado os seus esforços de Marketing em Marketing de produto, e com razão, um carro é um produto. No entanto, este aspeto significante tem mudado recentemente, não apenas devido à revolução tecnológica em curso, mas também devido à Tesla, a companhia de carros elétricos mundialmente famosa. A Tesla veio mudar completamente a forma como os carros são comercializados.

Se olharmos para a maioria das empresas de automóveis vemos que nada mudou na sua comunicação, quantas vezes não nos cruzámos com anúncios deste tipo: “nós somos os melhores; temos os melhores motores, com o nosso carro irá experienciar o verdadeiro prazer de condução, nós temos a melhor tecnologia, bla, bla, bla, bla…” Por décadas esta foi a comunicação das empresas de automóveis. Com tecnologias similares, sem inovação e com muito pouca coisa a acrescentar à indústria, este foi o espelho da indústria automóvel no mundo, mas especialmente nos EUA onde todos os anos é lançado uma nova versão do mesmo modelo sem mudanças significativas. 

Como referido anteriormente com a Tesla tudo mudou. A Tesla trouxe uma lufada de ar fresco para uma indústria sem ideias, ao mudar a forma como os automóveis são encarados, não são mais um produto, são um serviço com o intuito de dar a melhor experiência aos seus clientes, com inovação e uma tecnologia que realmente interessa e que se foca nas necessidades do cliente, para além disso, ao passo que a tecnologia evolui atualmente o Marketing de produto é insustentável a longo prazo. Se olharmos para a classe media quem tem dinheiro para comprar carro todos os anos, ou de dois em dois anos? Dito isto o Marketing de serviço aparece como a solução para este dilema providenciando um melhor serviço e experiência para o cliente e um retorno do investimento seguro para a indústria automóvel.

Atualmente começamos a ver outras empresas automóveis a seguir o caminho da Tesla através do Marketing de serviço, exemplos disso, são empresas como a Volvo que lançou recentemente o seu serviço designado “Care By Volvo” que irá permitir aos seus clientes o acesso a uma subscrição a qual irá incluir um conjunto de serviços como: abastecimento de combustível, lavagem do carro e a entrega de compras diretamente na bagageira do carro através de uma chave eletrónica, para além disso os novos clientes do recente Volvo XC40 vão ter acesso através do sistema “Volvo On Call” a uma chave digital que podem partilhar com familiares e amigos. Outro exemplo é a Porsche que lançou recentemente nos EUA o “Porsche Passport” um serviço por subscrição que permite o acesso a uma gama de 22 novos modelos da Porsche.

Conclusão

Durante anos as empresas de automóveis tradicionais têm alocado aos seus carros programas de manutenção, com o futuro decair das vendas dos veículos com motor a combustão, estes programas de manutenção vão acabar por desaparecer, ao mesmo tempo, vamos assistir à difusão de novos tipos de mobilidade, como os veículos elétricos e a hidrogénio. Porque as partes móveis nestes veículos são poucas ou inexistentes, a manutenção nestes veículos vai ser praticamente nula, devido a isso prevejo a difusão de novos serviços, que vão incluir seguro automóvel, combustível, lavagem do carro, entre outros pacotes, por um fee mensal, permitindo ainda aos clientes trocar o seu carro por uma nova versão do seu modelo sem qualquer alteração no valor da subscrição.

Written By: Rúben Poleri – Digital Marketing Specialist